Câmara e Senado aprovam orçamento de US$ 3,4 tri

SÃO PAULO, 29 de abril de 2009 - A Câmara de Representantes e o Senado dos Estados Unidos aprovaram nesta quarta-feira o texto final do projeto de orçamento da administração de Barack Obama para o exercício 2009-2010, que totaliza US$ 3,4 trilhões.

A Câmara adotou o texto por 233 votos contra 193, enquanto o Senado aprovou o documento por 53 a 43.

A versão comum apresentada às duas casas surgiu de uma reunião de conciliação entre senadores e representantes.

"Nosso plano reduzirá o déficit em cerca de dois terços até 2013, e ainda mais em 2014", disse o representante John Spratt, presidente da Comissão de Orçamento da Câmara.

"O déficit recorde para este ano - essencialmente herdado da administração de George W. Bush - representa 12% do PIB. Nosso orçamento leva o déficit ao nível mais viável, de 3%, até 2014", destacou Spratt.

No texto, a Câmara e o Senado apresentam um nível de gastos ligeiramente inferior ao proposto pelo presidente Obama no final de fevereiro, quando pediu US$ 3,6 trilhões.

As três prioridades do novo orçamento são educação, independência energética e assistência médica.

Como prometeu Obama durante a campanha eleitoral, o orçamento reduz impostos para 95% dos americanos.

(Redação com agências internacionais - InvestNews)