Bolsas européias atingem máxima em 11 semanas por bancos

REUTERS

LONDRES - As bolsas de valores da Europa fecharam no maior patamar em 11 semanas nesta quarta-feira, conduzidas por ações do setor bancário após resultado do Santander acima da expectativa do mercado. O desempenho de Wall Street, apesar de dados fracos sobre a economia americana no primeiro trimestre, também sustentou os mercados europeus.

O índice FTSEurofirst 300, referência das principais bolsas da região, subiu 2%, para 816 pontos, tendo avançado 2,1% no início do pregão, nível mais alto desde 10 de fevereiro, segundo dados preliminares.

O segmento bancário foi o que mais impulsionou o indicador, com Barclays saltando 10,4%, Banco Santander ganhando 6,1% e BNP Paribas subindo 6,1%.

O setor de petróleo e gás foi o segundo mais forte, motivado por uma alta de quase 2% nos preços da commodity, que era negociada acima de US$ 51 o barril.

Em Londres, o índice Financial Times fechou em alta de 2,27%, a 4.189 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX ganhou 2,11%, para 4.704 pontos. Em Paris, o índice CAC-40 subiu 2,16%, para 3.116 pontos.

Em Milão, o índice Mibtel encerrou em alta de 2,2%, a 15.013 pontos. Em Madri, o índice Ibex-35 avançou 2,71%, para 8.891 pontos. Em Lisboa, o índice PSI20 saltou 2,12%, para 6.671 pontos.