Santander revisa para baixo estimativa da TAM

SÃO PAULO, 28 de abril de 2009 - As repercussões da gripe suína continuam afetando os papéis das companhias aéreas brasileiras. Não é somente o investidor que está precificando esta situação, mas também as corretoras.

Hoje, a Santander Corretora de Câmbio e Títulos revisou a estimativa da TAM para baixo. O preço alvo passou de R$ 35 para R$ 22, rebaixando a recomendação de Compra para Manutenção.

"Estamos revisando nossas estimativas para a TAM devido às mudanças de cenário para setor aéreo em 2009 e 2010", conforme relatório.

Ainda segundo a corretora, os principais motivos para isso é que a performance de tráfego aéreo no curto prazo deve se deteriorar, os resultados dos próximos trimestres devem ser afetados negativamente por receitas menores, além da maior concorrência das empresas pequenas.

Há pouco, as ações preferenciais da TAM (TAMM4) figuravam entre as maiores baixas no índice acionário da BM&FBovespa, com desvalorização de 6,45%, cotadas a R$ 14,50.

<TAMM>

(DC - InvestNews)