Expectativa de queda da Selic mantém projeções em queda

SÃO PAULO, 28 de abril de 2009 - As projeções de juros embutidas nos contratos de Depósito Interfinanceiro (DI) operam sinalizando queda com os investidores estimando corte de 1 ponto percentual na taxa Selic, fixada em 11,25% ao ano, na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) que começa hoje, mas só amanhã será decidido o rumo da taxa básica de juros da economia.

Na BM&FBovespa o contrato de DI de janeiro de 2010 projetava juro de 9,77%, ante 9,84% do ajuste de ontem. Janeiro de 2012 recuava de 11,34% para 11,24% ao ano. O volume de negócios segue reduzido, pois, além do temor global com a disseminação da gripe suína nos Estados Unidos e no México, as preocupações com o setor financeiro volta a assombrar os mercados, diante da notícia de que o Bank of America e o Citigroup precisarão de mais capital, como resultado dos testes de estresse, segundo a imprensa norte-americana.

Nos Estados Unidos, as atenções voltam-se para a política monetária do país. Entre hoje e amanhã acontece a reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) e a autoridade monetária não tem mais muito espaço para mexer na taxa básica anual de juros, que já se encontra em uma banda de 0 a 0,25%.

Ainda no mercado externo, foi divulgado nesta manhã o índice que avalia a confiança dos consumidores norte-americanos (consumer confidence index) que surpreendeu positivamente o mercado, ao registrar 39,2 pontos em abril, enquanto que os analistas projetavam em torno de 29 pontos.

(Maria de Lourdes Chagas - InvestNews)