FMI, Bird e UE concedem empréstimo de 20 bilhões de euros à Romênia

Agência AFP

BUCARESTE - A Romênia concluiu um acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), a União Europeia (UE) e o Banco Mundial (Bird) para obter um empréstimo de 20 bilhões de euros (27 bilhões de dólares), que será entregue em dois anos.

A Romênia é o terceiro país da UE, depois de Hungria e Letônia, a recorrer às instituições financeiras internacionais para enfrentar os efeitos da crise mundial.

Do total, 12,9 bilhões de euros procedem do FMI, cinco bilhões da UE e de um a 1,5 bilhão do Bird. O restante virá de outras instâncias, como o Banco Europeu para a Reconstrução e o Desenvolvimento (Berd), segundo o chefe da missão do FMI na Romênia, Jeffrey Fanks.