IPC acelera e fica em 3,2% em fevereiro

SÃO PAULO, 24 de março de 2009 - O índice de preços ao consumidor do Reino Unido ficou em 3,2% em fevereiro, um aumento inesperado frente ao mês anterior, quando estava em 3%, informou o ONS (Escritório Nacional de Estatísticas, na sigla em inglês) nesta terça-feira.

Já o índice de preços no varejo - medida que inclui o pagamento dos juros das hipotecas e que é utilizado para calcular os aumentos de salários, as previdência e o imposto municipal - ficou estável no mês passado, contra ligeira alta de 0,1% em janeiro.

Segundo o ONS, o inesperado aumento do IPC foi devido ao aumento dos preços dos alimentos e das bebidas, já que os no varejo enfrentam um aumento do custo das importações devido à desvalorização da libra.

Para explicar o movimento de preços, o presidente do Banco da Inglaterra (BC britânico), Mervyn King, terá de enviar uma carta ao ministro da Economia, Alistair Darling. A inflação no Reino Unido está mais de 1 ponto percentual acima da meta de 2% estabelecida pelo governo como nível adequado de inflação.

(Redação com agências internacionais - InvestNews)