Indústria deve puxar redução da demanda, diz ONS

SÃO PAULO, 24 de março de 2009 - O diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Hermes Chipp, disse hoje que a demanda por energia elétrica com base na geração deverá diminuir, influenciada por uma queda acentuada no setor industrial.

Amanhã, ao Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico deve divulgar novas projeções para os próximos anos. Embora o setor elétrico deva revisar para baixo as projeções para a demanda de energia, Chipp acredita que a indústria, responsável pela maior parte do consumo, começa a dar sinais de recuperação.

"Achamos que fevereiro pode ter já uma reação. Veja só, pode ter, porque a gente não tem certeza ainda", afirmou o diretor-geral, durante seminário no Rio de Janeiro. "Começou a mudar a tendência, [a demanda] estava caindo no mês com relação ao mês anterior e com relação ao mesmo mês do ano anterior. Em fevereiro começou a crescer, a reverter [a queda] nas duas comparações", completou.

Hermes Chipp atribuiu a recuperação do setor industrial às medidas anticrise adotadas pelo governo para estimular o consumo, como a redução de impostos para o setor automobilístico.

As informações são da Agência Brasil.

(Redação - InvestNews)