Gabrielli: não haverá carência de petróleo nos próximos anos

Agência Senado

BRASÍLIA - O presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli, afirmou, em apresentação na audiência pública conjunta das comissões de Assuntos Econômicos e de Serviços de Infraestrutura do Senado, que não acredita em carência de petróleo até o final da próxima década, mesmo com a previsão de crescimento mundial de 1% ao ano na demanda pelo produto.

Segundo Gabrielli, caso não existissem técnicas modernas para aumentar a produção, a descoberta de novas áreas produtoras, e a busca de alternativas energéticas, poderia acontecer uma carência do produto já em 2020.

O Oriente Médio continuará, até lá, sendo o principal produtor e os Estados Unidos e a Europa serão os principais consumidores, como ocorre hoje, informou Gabrielli.

O ex-presidente da Petrobras e ex-senador José Eduardo Dutra está presente à audiência.