Coréia do Sul lança pacote extra de US$ 20,7 bilhões contra crise

InvestNews

SÃO PAULO - O governo da Coréia do Sul aprovou nesta terça-feira um plano extra de 28,9 trilhões de wons (US$ 20,7 bilhões), em mais uma tentativa de alavancar a demanda doméstica e amenizar os efeitos da recessão econômica internacional sobre a economia local, fortemente dependente de suas exportações.

A quantia equivale a 3% do Produto Interno Bruto (PIB). Esta é a maior injeção de recursos na economia do país desde 1998, época em que a Coreia do Sul foi afetada pela crise asiática.

O novo plano, que se soma ao orçamento ordinário de 284,5 trilhões de wons, ainda deve passar pela aprovação da Assembléia Nacional, prevista para ocorrer no próximo mês, segundo informou o Ministério das Finanças da Coreia do Sul.

- A recessão econômica global está sendo pior do que o esperado, tanto em termos de profundidade como de extensão. Refletindo essa mudança nas condições do cenário, o governo decidiu apresentar esse plano para superar a crise tão rápido quanto possível- afirmou o ministro das Finanças, Yoon Jeung-hyun.

Os novos gastos serão financiados, segundo Yoon, pela emissão de títulos do governo e devem criar cerca de 550 mil novos postos de trabalho ao longo do ano. (Redação - InvestNews)