Focus: mercado vê economia estagnada neste ano

REUTERS

SÃO PAULO - O mercado financeiro brasileiro reduziu fortemente sua estimativa para o crescimento econômico deste ano e cortou também os prognósticos para a taxa de juro Selic e para a inflação, colocando-a abaixo do centro da meta, segundo o relatório Focus divulgado nesta segunda-feira.

A previsão para o avanço do Produto Interno Bruto (PIB) em 2009 caiu de 0,59 por cento na semana anterior para 0,01 por cento. O cenário para 2010 permaneceu em 3,50 por cento.

O prognóstico para a Selic caiu de 9,75 por cento para 9,25 por cento neste ano e para o próximo permaneceu em 9,75 por cento.

O mercado manteve a visão para a Selic na reunião de abril do Comitê de Política Monetária (Copom) em 10,25 por cento agora.

A estimativa para a alta do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deste ano caiu de 4,52 para 4,42 por cento, enquanto para 2010 ficou estável em 4,50 por cento.

O número previsto para este ano está abaixo do centro da meta perseguido pelo governo, que é de 4,5 por cento.