Bolsas reagem com otimismo ao plano de ajuda aos bancos nos EUA

Agência AFP

LONDRES - Os mercados europeus e asiáticos receberam com otimismo nesta segunda-feira o anúncio do secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Timothy Geithner, de um plano bilionário para livrar os bancos dos ativos podres.

No início da manhã, a Bolsa de Londres operava em alta de 1,59%, Paris avançava 1,35% e Frankfurt progredia 1,97%.

Em outro anúncio tranquilizador, a China informou que continuará comprando bônus do Tesouro americano.

Washington elaborou um novo programa de investimentos público-privado, que arrecadará fundos para criar um mercado para as ações e os créditos podres emitidos pelos bancos, explicou Geithner em um artigo no Wall Street Journal.

O programa inicialmente terá US$ 500 bilhões, mas pode alcançar até um trilhão de dólares, segundo Geithner, que vai revelar os detalhes do plano nesta segunda-feira.

As Bolsas da Ásia também reagiram bem ao anúncio. Tóquio encerrou o dia em alta de 3,39%, acima da barreira psicológica dos 8.000 pontos pela primeira vez desde 6 de fevereiro.

Hong Kong também registrou forte alta, de 4,78%, e Xangai fechou com ganhos de 1,95%.

Cingapura (+4,21%), Jacarta (+3,36%), Taipé (+3,28%), Seul (+2,45%) e Sydney (+2,4%) completaram o dia de resultados positivos.