Sony congelará salário de funcionários por 1 ano

SÃO PAULO, 19 de março de 2009 - A fabricante japonesa de produtos de eletrônica Sony decidiu hoje, pela primeira vez, congelar o salário de seus empregados fixos durante o ano fiscal 2009, que começa no próximo mês, conforme noticia o diário econômico local Nikkei.

A medida é uma tentativa da empresa de enfrentar seus resultados do ano fiscal de 2008, que devem indicar as maiores perdas anuais da história da Sony. Ao contrário de outras companhias japonesas, a Sony não aumenta o salário de seus empregados de maneira automática a cada ano de acordo com o tempo de seu funcionário na empresa.

A gigante da eletrônica japonesa determina a cada outono, no começo do ano fiscal, o aumento que cada empregado merece, de acordo com suas funções.

No ano fiscal 2009, a Sony não aplicará aumento salarial e manterá seus empregados com os mesmo ganhos mensais, que atualmente estão, em média, em 381.584 ienes (US$ 3.975).

A companhia anunciou também que cortará o salário de seus empregados com postos médios entre 10% e 20%, a partir de abril, e que aplicará grandes reduções sobre os ganhos de seus diretores.

(Redação com agências internacionais - InvestNews)