Volume de negócios volta a crescer em 2009

SÃO PAULO, 18 de março de 2009 - A despeito do agravamento da crise financeira mundial, o volume de negócios na BM&FBovespa, tanto no mercado à vista quanto derivativos, voltou a crescer em 2009. "Na apresentação dos resultados referentes ao terceiro trimestre de 2008, havia alertado para a queda de volumes e, mesmo assim, encerramos 2008 com bons resultados. Neste ano, voltamos a registrar crescimento dos volumes médios diários", afirmou Edemir Pinto, diretor presidente da companhia, durante a apresentação dos resultados anuais.

De acordo ele, no acumulado do ano até ontem, no segmento Bovespa, o volume médio diário de negócios é de R$ 3,8 bilhões, sendo que no período entre novembro e dezembro, a média é de R$ 3,3 bilhões. Apenas em março (17 dias corridos), o volume médio diário de negócios é de R$ 4,2 bilhões.

Já no segmento BM&F, no acumulado do ano até ontem, a média diária de negócios é de 1,43 milhão de contratos. Apenas em março, a média diária de negócios é de 1,8 milhão de contratos. "No começo deste ano, a pessoa física voltou a mostrar sua força, além de também observarmos a volta dos estrangeiros", disse o diretor presidente da companhia.

(Vanessa Correia e Deborah Costa - InvestNews)