Pregão viva voz dará lugar a espaço para IPO

SÃO PAULO, 18 de março de 2009 - Com o fim do pregão viva voz, espaço onde são negociados derivativos e contratos futuros de Ibovespa, o local que abriga 220 operadores diariamente dentro no prédio da BM&FBovespa, no centro da capital paulista, deve dar lugar a um espaço dedicado para as cerimônias de abertura de capital e também para a imprensa.

"Vamos redesenhar esse espaço, onde será feito um ambiente mais voltado para imprensa e IPO (sigla em inglês, para oferta inicial pública), que vai voltar", disse Edemir Pinto, diretor presidente da BM&FBovespa, demonstrando otimismo quanto a perspectiva do ingresso de novas empresas ao mercado de capitais.

Segundo o executivo, o pregão viva voz deve deixar de existir a partir de 1° de julho. Até lá, a bolsa pretende acertar com os agentes ligados à companhia como será essa desativação e também a nova utilização do ambiente.

(Vanessa Stecanella - InvestNews)