Europa: setor financeiro impulsiona alta das bolsas

Portal Terra

LONDRES - As bolsas de valores da Europa operavam em leve alta nesta quarta-feira, motivadas pelo setor financeiro, mas os ganhos foram limitados por dados do Reino Unido mostrando que o número de desempregados subiu para mais de 2 milhões.

Às 8h10 (horário de Brasília), o índice Eurofirst 300, referência das principais ações europeias, subia 0,39%, para 718 pontos. O indicador despencou 45% em 2008 e acumula perdas de 13,8% até agora neste ano.

O banco italiano UniCredit disparava 11,6%. A instituição divulgou queda de 38% no lucro líquido de 2008, mas o resultado ficou acima das estimativas de analistas.

- Os mercados acionários estão tentando desconsiderar a incerteza dos últimos meses- afirmou Heino Ruland, estrategista de mercado da Ruland Research, acrescentando que a forte alta de Wall Street e do pregão eletrônico no Japão impulsionaram os mercados europeus.

Royal Bank of Scotland, Allianz e Barclays registravam valorização entre 3% e 7%.

As ações da fabricante amerciana de computadores Sun Microsystems, listadas na bolsa de Frankfurt, disparavam 64% após o jornal The Wall Street Journal ter publicado que a IBM está negociando a compra da companhia por pelo menos US$ 6,5 bilhões.

Mais tarde, o foco do mercado se voltará para a decisão a ser divulgada após a reunião do Federal Reserve (FED, o banco central americano )e se as condições econômicas tornam necessárias medidas adicionais da autoridade monetária americana para motivar o crédito.

- Nós esperamos que o Fed deverá se conter na compra de bônus governamentais. Isso pode causar alguma decepção e tornar a recuperação dos preços dos Treasuries dos EUA menos provável por enquanto- informou o Commerzbank em uma nota.