Venda de aço no Brasil despenca 47,2% em fevereiro

REUTERS

RIO - As vendas internas de aço despencaram 47,2 por cento em fevereiro contra igual mês do ano passado, para 957 mil toneladas, um volume 0,8 por cento maior do que o vendido em janeiro de 2009, informou nesta terça-feira o Instituto Brasileiro de Siderurgia (IBS).

As vendas internas de aços laminados planos, utilizados pela indústria automotiva, caíram 49,6 por cento, na comparação anual, para 529,7 mil toneladas, das 1,051 milhão de toneladas vendidas há um ano. Os aços longos, mais voltados para a construção civil, despencaram 42,3 por cento, para 399,6 mil toneladas.

A produção de aço bruto conseguiu se manter positiva em relação a janeiro, alta de 2,3 por cento, ou 1,65 milhão de toneladas, mas registrou queda de 39 por cento na comparação do mesmo período do ano passado. No primeiro bimestre, a produção somou 3,27 milhões de toneladas, queda de 42,4 por cento em relação a janeiro e fevereiro de 2008.

Os aços laminados planos tiveram queda de produção em fevereiro da ordem de 47,5 por cento, para 622 mil toneladas. Já a produção de aços longos teve queda de 39,8 por cento, para 511,1 mil toneladas.

Segundo os dados do IBS, as exportações brasileiras de aço caíram 45,6 por cento em fevereiro frente ao mesmo mês de 2008, para 474,2 mil toneladas, enquanto a receita obtida com as vendas externas caiu de 555 milhões para 278 milhões de dólares no período, uma queda de 50 por cento.