Ramos Horta: países ricos não devem esquecer dos pobres

Agência AFP

DILI - Os países ricos devem destinar 10% dos bilhões de dólares que usam para atenuar a crise econômica para ajudar os países menos desenvolvidos a combater a pobreza, propôs o presidente do Timor Leste, José Ramos Horta.

- Em um momento no qual Estados Unidos, Europa e Japão injetam bilhões de dólares em seus sistemas financeiros para salvar os bancos ameaçados da falência por má gestão, a pobreza no mundo parece cada vez mais esquecida- afirmou.

- Em nome dos pobres, peço aos países ricos que destinem pelo menos 10 centavos de cada dólar que dão aos bancos ou aos fabricantes de automóveis para reduzir a pobreza nos países da Ásia, África ou América Latina mais afetados pela crise- completou o Prêmio Nobel da Paz.

Timor Leste, pequeno país que obteve a independência da Indonésia em 2002, é um dos mais pobres do mundo. Metade da população, de um milhão de habitantes, vive abaixo da linha da pobreza local, estabelecida em 0,88 dólar por dia.