Alimentos sobem, vestuário cai e IPC-Fipe avança 0,25%

REUTERS

SÃO PAULO - A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da cidade de São Paulo teve apenas uma ligeira aceleração em meados de março, já que uma maior alta dos custos de alimentos foi contrabalançada por uma queda de vestuário.

O indicador subiu 0,25% na segunda quadrissemana do mês, seguindo a alta de 0,24% na primeira, informou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) nesta terça-feira.

Os preços do grupo Alimentação subiram 0,43%, ante avanço de 0,14% na leitura anterior.

Os de Vestuário declinaram 0,62% na segunda quadrissemana, contra queda de 0,44% na primeira.

O IPC mede a variação dos preços no município de São Paulo de famílias com renda até 20 salários mínimos.