Crescimento mundial poderá ser negativo em 2009, diz FMI

SÃO PAULO, 10 de março de 2009 - O crescimento mundial poderá ser negativo em 2009 pela primeira vez em décadas, afirmou hoje o diretor do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss Kahn, em Dar es Salaam, capital da Tanzânia.

"O FMI prevê uma expansão da economia mundial abaixo de 0% neste ano, o que representa o pior resultado em décadas", declarou Strauss Kahn durante a abertura de uma conferência sobre o impacto da crise econômica global no continente africano.

A contínua deterioração da economia mundial, associada à "queda da confiança dos consumidores e dos ambientes de negócios, afetam a demanda interna no mundo todo", acrescentou Strauss Kahn.

No mês passado, o diretor do FMI já havia alertado que o crescimento global ficaria próximo a zero em 2009.

(Redação com agências internacionais - InvestNews)