Aérea China Eastern nega ajuda de capital do governo

SÃO PAULO, 10 de março de 2009 - A China Eastern Airlines (CEA, na sigla em inglês), uma das maiores companhias aéreas da China, negou ter recebido capital adicional do governo chinês após contar com uma injeção de 7 bilhões de iuanes (US$ 1,020 bilhão).

De acordo com a agência oficial de notícias Xinhua, a afirmação da companhia foi feita em resposta à imprensa chinesa, que levantou suspeitas de que a aérea teria recebido 2 bilhões de iuanes em ajuda do governo local.

(Redação - InvestNews)