Sappi lança papel de rápida secagem

SÃO PAULO, 9 de março de 2009 - A companhia sul-africana Sappi, fabricante mundial de papel e celulose, lançou hoje o papel couché Tempo, que pode ser considerado o maior investimento dos últimos 20 anos em tecnologia para papel revestido, segundo Flávio Ignácio, diretor da Sappi Trading Brasil.

O produto visa oferecer ao gráfico um aumento de produtividade e uma produção mais rápida de trabalhos. De acordo com a Sappi, nos últimos anos, a demanda de trabalhos para entregar no mesmo dia aumentou em 25%.

Com este produto, após 15 minutos da impressão, o material já está seco e pronto para a impressão no verso. O trabalho de acabamento e finalização pode ser realizado cerca de 30 minutos depois da impressão. Marco Eikelenboom, diretor de marketing e vendas da Sappi Fine Paper Europa, explica que o tempo de secagem de um papel comum pode ser de até um dia.

Segundo Inágcio, em uma primeira fase, serão produzidas 50 mil toneladas do papel Tempo no mundo. Para o Brasil, a expectativa é de uma produção de 1 mil toneladas no primeiro ano.

O preço do produto será de 10% a 15% mais alto em relação ao papel comum, devido aos benefícios que oferece. Além da secagem mais rápida, o papel não necessita de um verniz de proteção na maioria dos casos, o que reduz as lavagens das máquinas, resultando em mais tempo disponível para uso. O produto ainda apresenta as mesmas características de abrasão, quando comparado com um papel couché comum, e utiliza menos energia em sua produção.

De acordo com Ignácio, o valor estimado para o produto no mercado interno é de uma cifra entre US$ 1.100 e US$ 1.200 por tonelada. A Sappi não fabrica papel no Brasil, onde atua há 10 anos. A linha Tempo será importada da Alemanha.

(Micheli Rueda - InvestNews)