Petróleo sobe com incidente naval e à espera de decisão da Opep

REUTERS

NOVA YORK - Os futuros do petróleo nos Estados Unidos subiram pela segunda sessão consecutiva nesta segunda-feira, em meio ao nervosismo causado pelo incidente naval entre a China e os EUA e expectativas de que a Opep poderá cortar novamente sua produção.

- Os preços do petróleo estão em alta, eu acho, por uma reação à notícia de que navios chineses incomodaram um navio da marinha norte-americana no Mar do Sul da China - disse Phil Flynn, analista da Alaron Trading em Chicago.

Os ganhos foram reduzidos após um jornal saudita informar que a Arábia Saudita deseja que a Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) discuta obediência mais rigorosa aos limites já existentes. O jornal também citou fontes que disseram que a Opep não deve discutir outro corte.

Na Nymex, o petróleo para entrega em abril subiu 3,41 por cento, ou 1,55 dólar, a 47,07 dólares o barril.

Em Londres, o petróleo Brent para entrega em abril fechou praticamente estável, com ligeira queda de 0,2 por cento, ou 0,09 dólar, a 44,76 dólares o barril.