Faturamento de 15 setores teve fica menor em janeiro

SÃO PAULO, 9 de março de 2009 - A retração das vendas da indústria brasileira provocou a queda do faturamento de 15 dos 19 setores pesquisados pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) em janeiro, o que representa um movimento mais disseminado do que o registrado em dezembro (queda em oito setores).

Alguns setores se destacaram pela acentuada queda do faturamento: Metalurgia básica (-43,4%), Produtos químicos (-27,3%), Madeira (-25,3%), Máquinas, aparelhos e materiais elétricos (-22,4%) e Borracha e plástico (-20,9%). Outros quatro setores - Máquinas e equipamentos, Veículos automotores, Edição e impressão e Têxteis - também registraram quedas de dois dígitos do faturamento.

Apenas quatro setores mostraram alta no faturamento: Material eletrônico e de comunicação (36,7%), Vestuário (8,8%), Outros equipamentos de transporte (8,6%) e Refino e álcool (0,4%).

O faturamento real da indústria de transformação recuou 13,7% em janeiro, na comparação com dezembro. Esse resultado não é apenas reflexo da diferença de dias úteis entre janeiro (21 dias) e dezembro (22 dias), mas da continuidade da queda acentuada da atividade industrial.

(Vanessa Stecanella - InvestNews)