Empréstimos bancários no Japão crescem 3,8% em fevereiro

SÃO PAULO, 9 de março de 2009 - A média dos créditos diários concedidos pelos bancos japoneses aumentou 3,8% em fevereiro, em relação ao mesmo mês do ano passado, por causa da incerteza econômica, informou hoje o Banco do Japão (BoJ, central).

Em fevereiro, a média dos empréstimos bancários representou 406,76 trilhões de ienes (US$ 4,14 trilhões), segundo um relatório oficial publicado nesta segunda-feira (hora local) pela agência Kyodo.

Trata-se do 37º mês consecutivo em que os empréstimos bancários crescem no Japão. O aumento deste indicador veio impulsionado especialmente pelos créditos solicitados pelas pequenas empresas antes de terminar o ano fiscal, no final deste mês, segundo o BoJ.

Após realizar ajustes por fatores especiais, o balanço de concessão de créditos cresceu 4,4% em fevereiro, marcando seu 43º mês seguido de aumento.

O maior número de empréstimos responde a um aumento da demanda de crédito de parte das empresas, já que a crise tornou muito difícil adquirir fundos mediante a emissão de dívida ou outras ferramentas financeiras. No entanto, a alta de fevereiro foi inferior ao registrado em janeiro, que foi de 4%, e ao de dezembro, que ficou em 4,1%.

Segundo o BoJ, a ligeira queda dos empréstimos solicitados obedece a uma recente recuperação nos mercados de dívida corporativa, encorajada por uma série de medidas anunciadas recentemente pela autoridade monetária.

(Redação com agências internacionais - InvestNews)