Analistas projetam PIB e inflação menor

SÃO PAULO, 9 de março de 2009 - Um parcela majoritária do mercado financeiro aposta que o Comitê de Política Monetária (Copom) vai mesmo cortar de 12,75% para 11,75% a taxa básica de juros (Selic) na reunião dessa semana, de acordo com o Boletim Focus elaborado pelo Banco Central (BC) em 6 de março. O relatório mostra ainda que os analistas mantiveram a previsão Selic em 10,25% ao final deste ano, ou seja, o cenário de desaceleração deve continuar contribuindo para redução dos juros.

Os indicadores que dão conta de uma retração da economia também contribuem para que os profissionais consultados reduzam suas apostas quanto ao Produto Interno Bruto (PIB) e a inflação. Para eles, o PIB deve crescer apenas 1,2%, ante estimativa de 1,5% feita na semana anterior. Já o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) pode terminar este ano em 4,57%, abaixo da taxa prevista na sondagem passada (4,66%).

Segundo a pesquisa, os analistas mantiveram a expectativa para o mercado de câmbio e também para a balança comercial. Há oito semanas eles apostam que o dólar vai custar R$ 2,30 ao final de 2009. Enquanto o superávit comercial deve atingir US$ 13 bilhões.

(Vanessa Stecanella - InvestNews)