Bolsas européias ampliam queda por preocupações com GM

REUTERS

LONDRES - As bolsas de valores da Europa estediam as perdas na manhã desta quinta-feira, após a General Motors (GM) dizer ter dúvidas sobre seu futuro. Antes da notícia, as bolsas já sofriam queda à espera das decisões sobre a taxa de juro na Grã-Bretanha e na zona do euro e com ações dos setores bancário e de petróleo recuando ante os ganhos verificados na sessão passada.

Às 8h44 (horário de Brasília), o índiceFTSEurofirst 300, referência das principais ações europeias, caía 2,35%, para 679 pontos. Na quarta-feira, o indicador subiu 4%, rompendo uma série de três perdas consecutivas.

A GM informou que a liquidez disponível no quarto trimestre caiu abaixo do nível necessário para operar e afirmou ter dúvidas sobre sua capacidade de continuar a operar.

- Os mercados subiram fortemente na quarta-feira com a alta no setor industrial da China e você não terá dois dias fora disso- disse Bernard McAlinden, estrategista da NCB Stockbrokers, em Dublin.

O petróleo caía cerca de 1%, para abaixo de US$ 45 o barril. Total, ENI, BP, Royal Dutch Shell e Repsol tinham desvalorização entre 1,2% e 3,9%.