Vendas de ovos devem cresce 5% em 2009, diz Apas

SÃO PAULO, 4 de março de 2009 - A Associação Paulista de Supermercados (Apas) estima um incremento de 5% nas vendas de ovos de chocolate nesta Páscoa em relação ao mesmo período de 2008. A expectativa da entidade é que o segmento de supermercados comercialize 22 mil toneladas do produto neste ano no Estado de São Paulo.

Alguns fatores contribuem para o otimismo. Entre eles, a data (12 de abril), que além de próxima do recebimento dos salários, coincide com uma época em que a temperatura está mais amena, propícia ao consumo de chocolate. Há ainda o poder crescente de compra do consumidor, o fato de a crise não ter afetado as classes C e D e a distância das festas de fim de ano, quando o consumidor já equacionou seus gastos.

´O setor está confiante, pois, com cerca de 90% de participação, o ovo de chocolate continua no posto de carro-chefe da Páscoa por ser uma tradição na mesa e na mente do consumidor´, opina João Sanzovo Neto, presidente da Apas.

Em contrapartida ao aquecimento das vendas, a enitdade calcula uma alta nos preços dos ovos de Páscoa de 5% para os ovos tradicionais. Para os ovos com brinquedos, que agregam valor aos produtos, a porcentagem irá variar conforme a surpresa. ´A elevação dos preços está diretamente ligada ao perfil do produto, que traz brinquedos em sua maioria importados da China, país fortemente impactado pela alta do dólar, assim como o preço do cacau, cuja manteiga extraída para fabricação do chocolate também é importada´, explica Sanzovo.

(Redação - InvestNews)