Setor manufatureiro chinês caminha para a recuperação

REUTERS

PEQUIM - A atividade manufatureira da China melhorou em fevereiro pelo terceiro mês consecutivo, à medida em que as indústrias repuseram estoques em antecipação a uma retomada da economia, apesar da recessão global.

O índice de gerentes de compra mostrou nesta quarta-feira que segue por três meses abaixo da linha de 50, que divide a contração do crescimento, mas está se afastando do recorde de baixa de 38,8 em novembro.

O indicador subiu a 49,0 em fevereiro, ante 45,3 em janeiro. Em novembro, o governo anunciou um pacote de 4 trilhões de iuans (585 bilhões de dólares) em gastos para contrabalançar a queda das exportações chinesas e a desaceleração do setor imobiliário doméstico.

Todos os componentes do índice manufatureiro subiram em fevereiro. O de produção avançou para 51,2 e o de novas encomendas aumentou para 50,4, depois de ficarem abaixo da marca de 50 por quatro meses.

- A economia da China está possivelmente na rota para uma recuperação sustentável - disse Zhang Liqun, economista do governo que comenta a pesquisa. - As políticas estão se mostrando eficazes, dando suporte a um crescimento econômico rápido - afirmou.