Pesquisa mostra amplo apoio popular à administração Obama

Agência AFP

WASHINGTON - Os americanos estão céticos quanto à possibilidade de o presidente Barack Obama resolver a crise econômica num prazo de dois anos, mas mesmo assim aprovam amplamente seu desempenho no primeiro mês no comando da Casa Branca, segundo um estudo do Instituto de Pesquisas da Universidade de Quinnipiac.

Apesar do profundo pessimismo sobre o estado da economia e as perspectivas de recuperação, a maioria dos entrevistados apoia o plano de resgate hipotecário revelado no mês passado.

Metade das pessoas entrevistas foi questionada se acredita que o governo federal conseguirá solucionar a crise num prazo de dois anos e a resposta foi negativa com uma margem de 68 a 26%.

Outra metada foi perguntada se Obama conseguirá sozinho tirar o país do caos econômico dentro do mesmo período, e a resposta foi um não com uma margem de 64 a 28%.

De qualquer forma, o nível de aprovação de Obama parece até o momento imune ao impacto da pior crise econômica das ultimas décadas: 59% disseram aprovar o trabalho do novo presidente, contra 26% que o reprovam.

A aprovação geral da condução da economia é de 57 para 33%, uma marca mais elevada que a dos republicanos em separado (56 a 26%).

- A aprovação do presidente Barack Obama é sólida, comparada com o histórico dos novos presidentes-afirmou Peter Brown, diretor adjunto do Instituto de Pesquisas de Quinnipiac.

- Mas os altos números de que desfrutou depois de sua eleição estão caindo, em grande parte devido ao apoio decrescente entre os republicanos- afirma a pesquisa.