Opel vai demitir 3,5 mil trabalhadores

Agência AFP

BERLIM - O chefe da General Motors (GM) na Europa, Carl-Peter Forster, anunciou a demissão de 3,5 mil trabalhadores da Opel, além de cortes salariais.

Forster disse que a GM tem interesse na independência da Opel e seráflexível no reordenamento da propriedade da empresa.

A Opel é a segunda montadora que mais vende carros no mercado alemão.

Em fevereiro, a empresa teve um aumento nas vendas de 4,2% em relação a igual período do ano passado.