Ministro descarta prorrogação de IPI reduzido para carros

REUTERS

REUTERS - O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Miguel Jorge, negou nesta quarta-feira a prorrogação da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para a venda de veículos. Informações divulgadas pela imprensa diziam que o governo estenderia a medida por mais três meses.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, também reiterou nesta quarta que a redução do imposto para determinados tipos de automóveis só vigorará até o final do mês. Segundo ele, o governo ainda não decidiu se prorrogará a desoneração.

- Não existe decisão em relação ao IPI. A isenção está mantida até 31 de março. Portanto, quem quiser comprar o carro, não perca a oportunidade - disse o ministro, antes de iniciar uma reunião com senadores integrantes da comissão que analisa a crise econômica.

Em novembro de 2008, o governo federal reduziu o IPI para estimular as vendas de carros novos, assim como o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), para amenizar os impactos da crise financeira na indústria automobilística.