Fiat e DealerNet acertam novo sistema eletrônico

SÃO PAULO, 4 de março de 2009 - A DealerNet - Ação Informática, em parceria com a Fiat, começou a implantação Mobile - Código de Barras em concessionárias da montadora. Inicialmente, 26 lojas receberam o aplicativo, como parte de um projeto piloto, e traz novas funções para o sistema FiatNet, para facilitar o pós-vendas das concessionárias.

'Já temos solicitação de grande parte da rede de concessionárias para instalar o sistema para controle do estoque', afirma Maurício Heloisio dos Santos Júnior, analista de mercado Fiat. 'Antes de implantar o Mobile - Código de Barras, a concessionária recebia as notas fiscais de entrada, que eram digitadas no FiatNet. Durante esse processo de recebimento, a conferência era feita manualmente. Depois eram conferidas as peças contidas no volume e realizada a entrada física dos itens no estoque', explica Santos.

A nova solução permite que um coletor portátil a laser leia o código de barras que está em cada volume e, através de uma conexão wireless, passe automaticamente as informações para o FiatNet. 'As vantagens da nova funcionalidade permitem maior confiabilidade nas conferências dos volumes e das peças, gerando automaticamente as obrigações no contas a pagar', diz Santos.

A ViaPorto Fiat, de Porto Alegre (RS), foi uma das concessionárias do projeto piloto e já utiliza o sistema há cerca de quatro meses. 'A solução nos proporcionou rapidez e precisão, além de maior eficiência no recebimento das peças e volumes', afirma Luciano Matteo, gerente de pós-vendas.

'Antes se recebíamos 70 volumes, só conseguíamos disponibilizar a mercadoria para venda, em média, três a quatro dias depois. Atualmente disponibilizamos o mesmo volume em um dia e meio', constata Rita Coutinho, gestora do estoque da ViaPorto Fiat.

Até 2010, a Fiat e a DealerNet pretendem expandir o sistema Código de Barras. 'Para os próximos anos, pretendemos implantar novas funcionalidades como saída de peças, controle de nível de serviço, ocorrência de faturamento de peças (OFP's) e localização de volumes perdidos, todos via código de barras. O inventário on-line já está na fase piloto, previsto para comercialização nos próximos meses,' finaliza Santos.

'A partir de 2009, o Mobile contará pontos para o NSA (estrutura de pós-vendas) e consequentemente, para o MQA (Monitoria da Qualidade do Atendimento)', afirma Santos.

(Redação - InvestNews)