Lula já saberia de demissões na Embraer na segunda

Portal Terra

SÃO PAULO - O presidente Lula já sabia das demissões quer seriam realizadas pela Embraer, desde segunda-feira, segundo reportagem publicada pelo jornal, Folha de S. Paulo, neste sábado.

Na última quinta-feira, Lula se disse indignado com os mais de 4 mil cortes no quadro funcional da empresa e segundo relato do presidente da CUT, Artur Henrique, comunicou que faria uma reunião entre ministros na tentativa de reverter a situação.

Segundo a publicação, Lula soube das demissões por meio do presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES), Luciano Coutinho, em uma reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social na segunda-feira.

Coutinho teria dito que em virtude da crise econômica, a Embraer realizaria "expressivas demissões", segundo informou a Folha.

Segundo o jornal também estavam presentes na reunião o nministro da Relações Institucionais, José Múcio, o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, membros da CUT e os presidentes do Banco do Brasil, Antônio de Lima Neto e da Caixa Econômica Federal, Maria Fernanda Coelho.