Bovespa opera em queda e zera ganhos do mês

Portal Terra

TERRA - O noticiário corporativo desanimador aumentava o pessimismo dos investidores já temerosos com a recessão global nesta sexta-feira, levando a Bovespa a outra sessão de perdas, que voltava a ter queda no acumulado do mês. Às 14h42 (horário de Brasília), o Ibovespa, principal índice do mercado, declinava 3,02%, para 38.529 pontos. O baixo apetite por negócios fazia o giro financeiro da sessão somar apenas R$ 2,036 bilhões.

Do exterior, o medo de que o plano de socorro do setor financeiro nos Estados Unidos incorra em nacionalização de gigantes como Citigroup e Bank of America levava os principais índices de Wall Street para novas mínimas em 6 anos.

Esse receio não diminuiu com a notícia de que o Citigroup quer se desfazer de sua fatia na Redecard. A empresa de meios eletrônicos de pagamento, que confirmou a intenção do Citi de fazer uma oferta pública de suas ações, via sua ação desabar 7%, a R$ 24,84.

O comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) não fez menção ao Itaú, citado por jornais desta sexta-feira como potencial comprador da fatia do Citi. A ação prefencial do Itaú caía 2,68%, a R$ 22,85.

Outra fonte de pressão sobre o Ibovespa era o papel preferencial Vale, com uma derrocada de 6,45%, avaliado em R$ 27,87. A mineradora reportou lucro de R$ 10,4 bilhões no quarto trimestre de 2008, mais do que o dobro do apurado no mesmo período de um ano antes, porém menor do que o ganho líquido do trimestre imediatamente anterior.

Embora o lucro tenha ficado bem acima da expectativa de analistas, o resultado não agradou o mercado, que não gostou dos números operacionais da companhia. "Menores volumes de vendas de minério e aumento dos custos impactaram negativamente os resultados", comentou o UBS Pactual, em relatório.

A queda na cotação do barril do petróleo pesava sobre a ação mais importante do mercado doméstico, a preferencial da Petrobras, que caía 2,4%, a R$ 25,67.

Um dos poucos destaques positivos do dia era JBS Friboi, com alta de 3,58%, para R$ 4,63. A empresa de carnes informou pela manhã que desistiu da aquisição da americana National Beef e também divulgou que teve prejuízo líquido de R$ 53,5 milhões no quarto trimestre, menos da metade da perda do mesmo intervalo de um ano antes.