Bolsa fecha semana com queda de 2,56%

SÃO PAULO, 20 de fevereiro de 2009 - Nesta sexta-feira, véspera de feriado prolongado, a bolsa brasileira operou durante toda a sessão do vermelho. Influenciada pela tendência de queda das bolsas norte-americanas e a forte desvalorização das ações da Vale do Rio Doce, o índice acionário da BM&FBovespa encerrou o dia em queda de 2,56%, aos 38.714 pontos. O giro financeiro somou R$ 3,99 bilhões.

Ontem, após fechamento do mercado, a mineradora brasileira reportou os resultados referentes ao quarto trimestre deste ano e de 2008. "Vale e Gerdau apresentaram resultados menores do que o esperado pelos analistas. Neste momento, qualquer investimento é visto com certa restrição", afirma Guilherme Mazzilli, gestor de renda variável do Daycoval Asset Management.

Além disso, na apresentação dos resultados à imprensa, Fábio Barbosa, diretor executivo de finanças da companhia, afirmou que a Vale tem interesse em investir na compra de ativos nas áreas de carvão, cobre e fertilizantes. "Não focar no core business - no caso, minério de ferro - é sempre visto com preocupação pelo mercado", completa Mazzilli. As ações preferenciais série A e ordinárias da Vale caíram mais de 6%.

As ações ordinárias da Redecard também recuam forte nesta sexta-feira, mais de 7%. As ações reagiram a confirmação da intenção do Citibank de vender sua participação na Redecard, por meio de oferta pública secundária de ações ordinárias. A quantidade de ações que poderá ser eventualmente alienada não foi informada pela administradora de cartões. "É importante ressaltar que o acionista controlador de Redecard, que é o Itaú com 46,4% do total de ações, possui o direito de preferência numa eventual venda pelo Citibank", segundo relatório da Ativa Corretora.

No front externo, os negócios voltaram a refletir o pessimismo quanto ao risco de estatização de bancos norte-americanos e europeus e indicadores econômicos. O Índice de Preços ao Consumidor (CPI) norte-americano registrou alta de 0,3% em janeiro ante queda de 0,8% em dezembro. O núcleo do indicador, que exclui itens mais voláteis como alimentos e energia, apresentou acréscimo de 0,2% em janeiro após registrar estabilidade no mês de dezembro do ano passado.

Na quarta-feira, quando os negócios são retomados - após ficarem fechados na segunda e terça-feira por conta do feriado de Carnaval - as principais ações brasileiras que possuem ADR´s listadas em Nova York devem abrir a sessão [apenas às 13h] corrigindo essa diferença. Além disso, antes da abertura do mercado, por volta das 10h, o Itaú Unibanco Banco Múltiplo deve apresentar os resultados trimestrais já consolidados.

(Vanessa Correia - InvestNews)