UBS fecha 2008 com prejuízo histórico de ? 13,2 bi

SÃO PAULO, 10 de fevereiro de 2009 - O maior banco suíço, UBS, registrou em 2008 o prejuízo mais alto de sua história, de ? 13,232 bilhões, devido à crise financeira internacional. Segundo informou hoje a instituição financeira, o déficit no quarto trimestre chegou a ? 5,36 bilhões, após os ? 7,941 bilhões registrados nos nove meses anteriores.

Em 2007, as perdas do banco tinham sido de ? 2,909 bilhões, marcando assim a primeira vez que UBS registrava prejuízo. Perante a magnitude do que se aproximava, o governo suíço aplicou no final de 2008 um plano de salvamento no banco no valor de ? 44,994 bilhões.

O primeiro e o quarto trimestre foram os mais catastróficos, enquanto entre abril e junho as perdas foram de ? 236 milhões, e entre julho e setembro, se chegou a um lucro de ? 195 milhões.

A perda de confiança dos clientes e investidores se traduziu nas saídas líquidas de capitais. No quarto trimestre, alcançaram os ? 38,48 bilhões na gestão de fortunas e ? 18,252 bilhões na gestão institucional. Ao longo do ano de 2008, as saídas líquidas de capitais chegaram a ? 149,44 bilhões.

(Redação com agências internacionais - InvestNews)