Aprovação do premiê japonês Taro Aso cai para 18,1%

SÃO PAULO, 10 de fevereiro de 2009 - A taxa de aprovação do governo do primeiro-ministro do Japão, Taro Aso, caiu para 18,1%, registrando recuo de 1,1 ponto percentual em comparação à medição feita no mês passado, segundo revelou uma pesquisa promovida pela agência de notícias Kyodo. O estudo feito no último fim de semana mostra que a população japonesa questiona cada vez mais a liderança do premiê.

A taxa de desaprovação do governo de Taro Aso ficou em 70,9%, registrando avanço de 0,7 ponto percentual. De acordo com a pesquisa da Kyodo, 77% dos entrevistados não acreditam nas medidas de recuperação da economia propostas pelo atual primeiro-ministro. Quase 29% dos questionados ainda informaram que não esperam bons resultados das decisões tomadas pelo premiê.

"Aceitarei os dados da pesquisa com sinceridade", disse Aso. O estudo contou com a participação de 1.022 pessoas no Japão. No dia 26 de janeiro, os jornais nipônicos Mainichi Shimbun e Nikkei também divulgaram queda na aprovação de Taro Aso.

Na ocasião, o jornal Mainichi Shimbun revelou que 19% dos entrevistados aprovava o governo de Aso, o que representa uma queda de 2 pontos percentuais em comparação a última pesquisa feita em dezembro. Já a taxa de desaprovação ficou em 65%, atingindo um avanço de 7 pontos percentuais.

O estudo realizado pelo jornal econômico Nikkei também mostrou que a taxa de aprovação recuou para 19%, com baixa de 2 pontos percentuais em relação a pesquisa anterior. Já a taxa de desaprovação subiu 3 pontos percentiais, para 76%.

(Redação - InvestNews)