Quadro externo limita queda do dólar

SÃO PAULO, 9 de fevereiro de 2009 - A expectativa pela aprovação do pacote de estímulo à economia norte-americana e do plano de ajuda a Wall Street mantém o fôlego dos investidores no câmbio. Há pouco, dólar recuava 0,22%, negociado a R$ 2,243 na compra e R$ 2,246 na venda. Mas a desvalorização das bolsas de valores limita os movimentos do câmbio.

Após algumas semanas movimentadas por indicadores econômicos de grande relevância para a formação das expectativas, os agentes globais têm uma trégua neste início de semana. Mas ao longo dos próximos dias, uma bateria de indicadores deverá mostrar novos efeitos da crise sobre o consumo e o sentimento. No exterior, os destaques são as vendas no varejo norte-americano em janeiro, os dados do PIB do quarto trimestre da Zona do Euro e os da balança comercial chinesa em janeiro. Por aqui, os dados da Anfavea e a inflação concentram atenções.

Os mercados também aguardam os detalhes do plano de resgate aos EUA. Após encontro com parlamentares, no sábado, o secretário do Tesouro, Timothy Geithner, decidiu adiar o anúncio do plano de resgate para amanhã, para esperar pela aprovação do pacote de estímulo à economia. De acordo com Miriam Tavares, diretora de câmbio da AGK corretora, o atraso no anúncio pode fazer com que os mercados financeiros mundiais operem com viés negativo nestes dois primeiros dias da semana.

(Simone e Silva Bernardino - InvestNews)