Mercado vê crescimento menor e mais inflação em 2009, diz Focus

REUTERS

SÃO PAULO - O mercado reduziu as estimativas de crescimento da economia brasileira este ano e elevou as de inflação, mostrou o relatório Focus divulgado pelo Banco Central, nesta segunda-feira.

A expectativa agora é de que o Produto Interno Bruto (PIB) cresça 1,7 por cento em 2009, ante prognóstico anterior de 1,8 por cento. Para 2010, a previsão foi mantida em 3,8 por cento.

No caso da inflação medida pelo IPCA, a estimativa para este ano subiu de 4,6 por cento a 4,73 por cento. Para 2010, a previsão continua sendo de 4,5 por cento.

O mercado também cortou a previsão de crescimento da produção industrial neste ano, que passou de 2,0 por cento para 1,5 por cento. Mas a expectativa para 2010 foi elevada de 4 para 4,1 por cento.

Para a Selic, a previsão foi mantida em 10,75 por cento no final deste ano e 10,50 por cento no encerramento de 2010. Atualmente, a taxa básica de juro do país está em 12,75 por cento ao ano.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais