IPC-S recua para 0,81%, com fim de gastos escolares

SÃO PAULO, 9 de fevereiro de 2009 - A inflação ficou menor na última semana com o fim da pressão por conta das depesas escolares, informou hoje a Fundação Getúlio Vargas (FGV). O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) subiu 0,81% em 7 de fevereiro de 2009, taxa 0,02 ponto percentual abaixo da apurada com base na coleta encerrada em 31 de janeiro. A maior contribuição para o decréscimo partiu do grupo Educação, Leitura e Recreação, que caiu de 3,53% para 2,91%, após quatro semanas consecutivas em aceleração. O principal destaque foi o item Cursos Formais, que registrou taxa de 4,71%, ante 6,14%, na semana anterior.

Mas a retração da inflação também teve contribuição dos grupos Transportes (0,74% para 0,66%), Habitação (0,31% para 0,29%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,45% para 0,43%) e Vestuário (-0,19% para -0,27%). Nestas classes de despesa, as principais contribuições partiram dos itens: Tarifa de Ônibus Urbano (1,80% para 1,44%), Material de Limpeza (0,68% para 0,32%), Médicos (0,67% para 0,20%) e Roupas (-0,35% para -0,72%), nesta ordem.

A redução do IPC-s não foi maior devido ao aumento nos grupos Alimentação (1% para 1,16%) e Despesas Diversas (0,36% para 0,44%), sendo que os principais destaques foram Hortaliças e Legumes (4,17% para 5,07%) e Bebidas Alcoólicas (1,53% para 1,92%), respectivamente.

(VS - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais