Ford dá férias coletivas para 800 trabalhadores em São Bernardo

Agência Brasil

SÃO PAULO - A partir do dia 19 de fevereiro, 800 trabalhadores da fábrica de caminhões da Ford em São Bernardo do Campo vão entrar em férias coletivas para adequar a demanda da produção ao mercado. Os funcionários devem retornar ao trabalho no dia 16 de março. Quatro dias desse período correspondem a banco de horas e compensação.

A fábrica tem cerca de 3,2 mil funcionários. É a primeira vez, desde o agravamento da crise financeira internacional, em setembro, que a Ford dá férias coletivas aos funcionários da fábrica de caminhões em São Bernardo do Campo.

Em nota, o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC afirma que as férias coletivas, férias normais, banco de horas, licença remunerada e redução de jornada são mecanismos de preservação de emprego previstos em lei e negociados com o objetivo de evitar demissões. A diretoria do sindicato defende que todos esses mecanismos de negociação sejam usados antes de qualquer alternativa.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais