Lucro da Ericsson cai 31% no 4º trimestre

SÃO PAULO, 21 de janeiro de 2009 - A sueca Ericsson, maior representante mundial do segmento de infra-estrutura para telefonia móvel, anunciou hoje um recuo de 31% no lucro líquido do quarto trimestre de 2008, para 3,9 bilhões de coroas suecas (US$ 463 milhões), em relação ao mesmo período do ano anterior, quando atingiu 5,6 bilhões de coroas suecas.

Em comunicado, a companhia também divulgou um avanço de 21% no lucro operacional entre outubro e dezembro do último ano, para 9,2 bilhões de coroas suecas, em comparação a igual período de 2007. Já as vendas da Ericsson avançaram 23% no período, para 67 bilhões de coroas suecas.

O resultado foi influenciado, entre outros fatores, por custos referentes a programas de redução de postos de trabalho e pelos resultados divulgados na última semana pela Sony Ericsson, joint venture operada pela companhia juntamente com a japonesa Sony e que atua no segmento de telefonia móvel.

A Sony Ericsson registrou um prejuízo líquido de ? 73 milhões no último ano, ante lucro líquido de ? 1,114 bilhão em 2007, por conta dos efeitos negativos da crise econômica mundial sobre a demanda e facilidade de obtenção de crédito . No último trimestre de 2008, o prejuízo líquido da empresa atingiu ? 187 milhões, ante lucro líquido de ? 373 milhões observado no mesmo período do ano anterior.

Todavia, a Ericsson afirmou que o desaquecimento econômico global teve pouco impacto sobre seu principal negócio no setor de infra-estrutura. "Os efeitos [da crise] no mercado mundial de infra-estrutura para telefonia móvel não devem ser tão significantes, tendo em vista que a maioria das operadoras possui bases financeiras sólidas, há intenso crescimento de tráfico e as redes estão ocupadas de forma razoável', declarou Carl-Henric Svanberg, executivo-chefe da empresa.

(Redação - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais