Estiagem no Sul influencia queda de preços em SP

SÃO PAULO, 21 de janeiro de 2009 - A quebra de safras de grãos no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, devido à estiagem, influenciou uma queda nos preços da produção paulista, segundo os pesquisadores do Instituto de Economia Agrícola (IEA), órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo. O impacto das perdas na região Sul provocou a queda dos preços por lá em São Paulo, que acabou recebendo 1,41% menos pela produção (itens de origem vegetal (-0,11%) e animal (4,63%).

As maiores reduções de preços partiram de tomate (19,78%), carne suína (13,01%), laranja para mesa (12,70%), amendoim (8,32%), banana nanica (7,13%) e carne bovina (5,56%). Na contramão, tiveram aumento de preço feijão (18,42%), batata (17,28%), milho (8,95%), cana (1,11%) e soja (0,33%).

Segundo o IEA, em São Paulo, as regiões de Avaré e Ourinhos também sofreram com a falta de chuvas entre novembro e dezembro, acarretando o não desenvolvimento da espiga do milho. "Os preços do tomate começaram a voltar ao padrão normal, após a intensa alta provocada pelo excesso de chuvas nas regiões produtoras em dezembro de 2008. Os preços da laranja continuam em queda, em função das cotações internacionais do suco. Os preços das carnes suína e bovina continuam em queda, provocada pela menor demanda dos abatedouros, determinada em parte pelo comportamento dos consumidores que não estão pressionando o mercado", ressalta nota técnica.

(Vanessa Stecanella - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais