Toyota pode promover mais cortes no Japão

SÃO PAULO, 20 de janeiro de 2009 - A montadora japonesa Toyota Motor estuda implementar um corte adicional de 3.000 postos de trabalho temporário em suas instalações no Japão, de acordo com informações divulgadas hoje pela imprensa japonesa. A medida seria influenciada pelo desaquecimento nas vendas de veículos novos no mundo.

Em novembro, a empresa havia anunciado que poderia reduzir pela metade, para 3.000, o número de trabalhadores contratados por tempo determinado.

A companhia pode inclusive reduzir a zero todo seu quadro de funcionários contratados sob esse regime no país asiático em meados deste ano, segundo o periódico nipônico Yomiuri Shimbun, embora não tenha havido nenhuma manifestação oficial da Toyota nesse sentido.

Hoje, a Toyota informou que suas vendas caíram 4% em 2008, para 8.972.000 unidades, em relação ao ano anterior. O número de veículos vendidos pela montadora no mercado doméstico caiu 5% no período, para 2,15 milhões de unidades, enquanto o recuo no exterior atingiu 4%, para 6,81 milhões.

(Redação - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais