PIB de Hong Kong terá crescimento negativo nos próximos meses

SÃO PAULO, 20 de janeiro de 2009 - A economia de Hong Kong registrará crescimento negativo nos últimos três meses de 2008 e nos dois primeiros trimestres de 2009, anunciou o chefe-executivo da Região Administrativa Especial de Hong Kong (RAEHK), Donald Tsang, citado hoje pela agência oficial de notícias Xinhua.

Durante um discurso no Fórum Financeiro da Ásia, realizado em Hong Kong, Tsang indicou que a recuperação no final de 2009 dependerá de uma melhoria na economia global, especialmente dos pacotes de estímulos e medidas anunciadas por diversos governos.

"Temos um largo e difícil caminho para percorrer quando o assunto é recuperação econômica", afirmou Tsang. O chefe-executivo da RAEHK declarou também que os danos causados pela crise financeira nas economias asiáticas foram menores do que os sofridos por Estados Unidos e Europa, e ressaltou que a base econômica da Ásia permanece sólida.

"Estou seguro de que Hong Kong se recuperará com força da desaceleração econômica", disse Tsang, citando a alta qualidade da mão-de-obra local, o espírito empreendedor da população e as novas oportunidades oferecidas pelos estreitos laços comerciais com a parte continental da China.

O Fórum Financeiro da Ásia, organizado pelas autoridades de Hong Kong, contou com a presença de 1.000 convidados de todo o mundo, incluindo o ministro da Fazenda da Rússia, Alexei Leonidovich Kudrin, e o co-fundador da Quantum Fund, James Rogers.

(Redação - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais