Mercados asiáticos caem com temor global sobre bancos

REUTERS

HONG KONG - As bolsas de valores da Ásia fecharam em queda nesta terça-feira, diante das preocupações sobre o possível aprofundamento da desaceleração global diante dos crescentes problemas enfrentados pelo setor bancário, o que ressalta as dificuldades que o novo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, terá que enfrentar.

A queda dos mercados veio após o Royal Bank of Scotland ter revelado na segunda-feira a maior perda corporativa na história da Grã-Bretanha, e após a Grã-Bretanha ter lançado um segundo pacote de resgate bancário que falhou em restaurar a confiança no cambaleante setor financeiro.

Títulos regionais se beneficiaram da incerteza, enquanto o preço do barril de petróleo permaneceu abaixo de 35 dólares. Os preços do petróleo caíram na segunda-feira após a Rússia e a Ucrânia terem assinado um acordo de gás que garante o fornecimento à Europa.

- O mercado está mirando novamente no cenário global mais amplo- disse Justin Gallagher, chefe de negócios de vendas do ABN AMRO em Sydney, apontando também para expectativas de fracos resultados corporativos nas próximas semanas.

- Claramente o mercado hoje continua a registrar mais decepção e certamente, apesar da posse de Obama, o mercado está olhando para trás agora e está se dando conta do tamanho do bagunça em que está a economia global- disse.

O índice MSCI das principais ações da Ásia-Pacífico com exceção do Japão se desvalorizou em 2,9 por cento, após ter ficado a 0,01 ponto de distância de atingir o patamar mais baixo de 2009, registrado na última semana.

O indicador caiu mais de 8 por cento até agora no ano, após ter registrado desvalorização de 53 por cento em 2008 --maior declínio registrado em sua história.

Ações do setor bancário na Ásia, do HSBC ao banco japonês Mizuho Financial Group, estavam entre as que mais se desvalorizaram, à medida que temores se intensificaram quanto ao setor enfrentando mais prejuízos e perdas contábeis relacionadas a empréstimos.

O índice Nikkei da bolsa de Tóquio caiu 2,3 por cento, enquanto o principal indicador australiano se desvalorizou 3,14 por cento.

Outros importantes indicadores de mercados asiáticos, como de Hong Kong, da Coréia do Sul e de Taiwan perderam entre 2,1 e 2,9 por cento.

A desvalorização em Cingapura foi de 1,35 por cento, enquanto em Xangai, a bolsa local conseguiu fechar com leve alta, de 0,37 por cento.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais