Lupi foi "infantil" ao criticar demissões, diz deputado

Portal Terra

BRASÍLIA - A idéia do ministro do trabalho Carlos Lupi de suspender benefícios para empresas que efetuarem demissões em massa apesar das medidas anunciadas pelo governo para auxiliar o setor, foi duramente criticada nesta quarta-feira pelo presidente do Democratas, deputado federal Rodrigo Maia.

Maia disse que considera uma "infantilidade" do ministro querer punir empresários que estão apenas reagindo aos efeitos da crise financeira internacional.

Além disso, o deputado avalia que as medidas anunciadas pelo governo voltadas principalmente a revendedoras e montadoras de carros vieram de forma tardia, e por esta razão os empresários não têm outra saída senão demitir funcionários.

- É uma infantilidade do ministro. O governo concedeu incentivo e as montadoras venderam seus estoques. Depois disso vai se fazer o que?- questionou o deputado.

Maia critica a reação de Lupi aos números que mostram aumento do desemprego e também à dispensa de aproximadamente 700 funcionários temporários da General Motors de São José dos Campos (SP).

Nesta terça, os trabalhadores da GM de São José dos Campos paralisaram as atividades por cerca de uma hora em protesto às demissões.