Livro Bege mostra maior desaceleração dos EUA

SÃO PAULO, 14 de janeiro de 2009 - O Livro Bege, do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), relatório elaborado pelos doze escritórios regionais da entidade monetária, indicou que as condições da atividade econômica global se enfraqueceram na maior parte dos distritos desde o último documento, divulgado em 3 de dezembro. Segundo o Fed, o motivo é a falta de crédito e a desaceleração econômica que assola os Estados Unidos.

Os distritos em geral apontaram queda no setor industrial, principalmente durante a temporada de férias. De acordo com o relatório, as vendas de veículos se deterioram desde a última análise. Outro setor que apresentou declínio nos resultados foi a categoria serviços, com exceção de alguns distritos como Boston, Richmond e Chicago.

O Fed informou ainda que a maioria dos distritos obteve um enfraquecimento geral das condições do mercado de trabalho, além de um arrefecimento nos preços da energia, com exceção de Richmond.

Os gastos dos consumidores foram caracterizados como fracos. "O volume de vendas no Natal foi fraco na maioria dos distritos, especialmente em Boston, Nova York, Filadélfia, Atlanta, Chicago, St. Louis, Minneapolis, Kansas, Dallas, São Francisco. Mesmo assim, alguns contratos de vendas aumentaram após as férias em Boston e Nova York.". diz o documento.

A atividade industrial continuou a diminuir na maioria dos distritos desde o relatório anterior, com quedas relatadas em grande parte das indústrias. Cleveland registou uma quebra no transporte marítimo de aço e Chicago também obteve retração na produção doméstica de aço. Já Dallas e Filadélfia indicaram que as indústrias relacionadas com a construção experimentaram grandes quebras de encomendas.

(Redação - InvestNews)