Crise não afeta pontualidade no pagamento condominial

SÃO PAULO, 14 de janeiro de 2009 - A mora e inadimplência no pagamento das taxas condominiais continuam em queda, na cidade de São Paulo, segundo dados do Índice Periódico de Mora e Inadimplência Condominial (Ipemic), levantado mensalmente pela Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios (AABIC).

O presidente da Associação, José Roberto Graiche, ressalta que a mora em outubro último, isto é, o atraso até o 30º dia, no pagamento das cotas condominiais, foi de 6,25%. Este índice representa queda de 25,57% com relação ao mesmo período do ano anterior.

Como observa, ainda, o presidente da AABIC, "essa pontualidade também é registrada na vida do cidadão como locatário no pagamento dos aluguéis. A inadimplência locatícia, que é medida ao se registrar o não pagamento entre o 31º e o 90º dia após o vencimento, foi de 4%. Em relação ao mesmo período do ano anterior", conclui Graiche, a redução da inadimplência foi de -28,57%.

(MLC - InvestNews)