Airbus constrói fábrica e promete entrega do A350 para 2013

Portal Terra

TERRA - A Airbus se desdobra para manter o projeto do novo A350, que deve ter a primeira aeronave voando em 2013, e começa a construir uma fábrica para a produção do avião, em meio a atrasos nas entregas de outros modelos. O novo avião poderá voar longas distâncias por causa da fuselagem mais leve e tem projeto avaliado em 10 bilhões de euros (cerca de R$ 30 bilhões).

- Este avião (A350) precisa entrar em operação em 2013. Já vendemos 478 até o momento e está fora de questão atrasar. Estamos fazendo tudo na Airbus e com os fornecedores para garantir a entrega no prazo- afirmou Didier Evrard, diretor do projeto.

A construtora européia enfrenta atrasos de cerca de dois anos na entrega do avião gigante, o A380, e tem o Boeing 787 Dreamliner como concorrente para o A350. A nova geração de aeronaves privilegia fuselagem e estruturas de carbono, para permitir maior economia de combustível às companhias.

A TAM já anunciou a aquisição de 22 aeronaves A350, com mais dez opções de compra, a serem entregues entre 2013 e 2018. As aéreas miram a maior autonomia do modelo, que pode fazer vôos diretos e evitar as conexões nos congestionados aeroportos, com capacidade para cerca de 314 passageiros.

Segundo a empresa, o projeto passou pelo primeiro obstáculo ao finalizar o design do primeiro modelo a entrar em serviço, o A350-900. Duas outras variantes do A350 estão em um estágio anterior de desenho e ainda precisam ser concretizadas. A Airbus iniciou a construção de uma fábrica para o modelo em Tolouse, França.